MUSEU MADI SOBRAL

Museu de Arte Contemporânea e Abstrata, único no Brasil, na cidade de Sobral inaugurado em julho de 2005.

Acessibilidade: Sim

Acessibilidade física:

Capacidade: 40

Horário de funcionamento: Terça a Sexta das 08:00h as 12:00 e de 13:00 as 17:00h

Email Público: museumadi@sobral.ce.gov.br

Telefone Público: (88) 33611-3324

Endereço: Travessa Adriano Dias, 181, Ao Lado da Biblioteca Municipal, Centro, 62010-460, Sobral, CE

CEP: 62010-460

Estado: CE

Município: Sobral

Bairro: Centro

Logradouro: Travessa Adriano Dias

Número: 181

Complemento: Ao Lado da Biblioteca Municipal

Descrição

O Movimento Madi começou com a publicação da revista Arturo, criada pelo uruguaio Carmelo Arden Quin, na Buenos Aires de 1944, com declarado compromisso com uma arte "desprovida de intenções representativas, livre de qualquer determinismo ou justificação". O nome, Madi, não tem uma origem definida, no que se assemelha ao Dadá, mas pode ser "Materialismo Dialético, Marxismo Dialético, Movimento Abstração, Dimensão, Invenção ou, simplesmente, letras tiradas do nome de CarMelo ArDen QuIn.

Em seu texto para a Arturo, Joaquim Torres-Garcia disse: "Atualmente estamos muito menos interessados na coisa, do que na estrutura onde ela se situa". E mais adiante: "Já não são mais as coisas, mas o ritmo em que no momento elas se encontram, que constitui a essência da construção poética". Na terceira exposição do grupo Madi, em novembro de 1946, dizia-se: "Madi inventou a moldura irregular e ornada, quebrando para sempre o tabu moldura pictórica: ele inventou a pintura e a escultura em movimento, articulou o universal e o linear, criou a arte plástica plural e lúdica". Na primeira exposição, em agosto do mesmo ano, Carmelo Arden Quin lançou o manifesto cujas premissas essenciais no campo da pintura foram, primeiro, a quebra da janela renascentista, seja quadrada ou retangular e segundo, a sistematização de formas poligonais com cortes irregulares. Uma outra proposta adicional era a produção de estruturas articuladas e móveis que podiam ser aplicadas à pintura, à escultura ou à arquitetura.

No Movimento Madi os artistas se utilizaram com total liberdade dos movimentos da vanguarda europeus como o Dadaísmo, o Construtivismo russo, o Neoplasticismo, entre outros, como ponto de partida para suas invenções. Nos últimos 50 anos esse movimento se manteve ininterrupto e é grande o número e artistas e manifestações artísticas influenciados por ele.

O próprio Arden Quin foi quem coordenou o acervo de doações de mais de 70 membros do grupo Madi de vários países e continentes que compõe o primeiro Museu Madi do Brasil, em Sobral.

O primeiro Museu Madi brasileiro fica às margens do rio Acaraú, na cidade de Sobral. Cerca de cem obras doadas por artistas do mundo inteiro, pertencentes ao movimento, compõem o acervo, são esculturas, pinturas e desenhos. Criado pelo artista plástico uruguaio Carmelo Arden Quin em meados de 1940, na Argentina, o Madi desconstruiu a forma tradicional da arte geométrica, fazendo-a sair dos ângulos retos. A palavra Madi significa Movimento, Abstração, Dimensão e invenção.

A doação das obras foi acertada no dia 17 de abril de 2004, quando uma comissão formada pelo ex-reitor da Universidade Estadual Vale do Acaraú, José Teodoro Soares, pelo secretário da Cultura de Sobral, Clodoveu Arruda e pelo artista plástico José Guedes, que esteveram em Paris com o mentor do movimento, Arden Quin.

Critérios de uso do espaço

As visitas de escolas e de grupos precisam ser previamente agendadas. Os agendamentos são feitos diretamente no endereço do museu ou por e-mail: museumadi@sobral.ce.gov.br. ENTRADA GRATUITA

Galeria

evento entre e Baixar Planilha

Publicado por

Eryka Suyanne Almeida Barbosa

Cursando História na Universidade Estadual Vale do Acaraú, atualmente trabalho como Coordenadora do Museu Madi, desenvolvendo atividades educativas e visitas mediadas.

Nome:

E-mail:

Tipo:

Mensagem:

Enviando mensagem

Enviando mensagem